Auditores do TCMRJ participam dos Encontros Técnicos no II CITC

ATUALIZADA EM 09/11/2021

Na tarde desta terça-feira (09/11), os auditores do Tribunal de Contas do Município do Rio participaram das reuniões técnicas que precedem o II Congresso Internacional dos TCs. Fábio Tessinari (assessor da secretaria-geral de controle externo) e e Carlos Fernando das Chagas (secretário de tecnologia da informação) fizeram exposição sobre a evolução do Manual de Quantificação de Benefícios (MQB), no âmbito do TCMRJ, e sobre a sistemática desenvolvida para adequar o projeto da ATRICON à especificidade do órgão carioca.

O MQB é um tutorial de procedimentos que visa à padronização da forma como se quantificam os benefícios derivados das ações de controle externo. Tarefa nada fácil, tendo em vista os benefícios não só tangíveis, mas também os intangíveis, como, por exemplo, as recomendações e medidas cautelares, que têm grande eficácia na prevenção de desvios e da má aplicação dos recursos públicos.

Este ano, o TCMRJ iniciou a criação de uma ferramenta tecnológica para registro, controle, gerenciamento e consolidação dos resultados, a partir dos cálculos apurados de análises de editais de licitação, exames de atos de pessoal, fiscalização de obras e da saúde públicas, realização de visitas técnicas e auditorias, entre outros instrumentos do controle que exerce, que pode servir de inspiração para outros Tribunais.

"Esse trabalho já era prioritário para nós, mas a partir do momento em que o alinhamos ao planejamento estratégico do TCMRJ e o incluímos no ciclo de metas deste ano, ele ganhou mais peso e concentração de recursos humanos. Desta forma, pudemos evoluir substancialmente", recomendou Carlos Fernando das Chagas.

Bastante elogiado também foi o trabalho que a auditora do TCMRJ Danielle Chiaretti apresentou na reunião virtual dos Anais do Congresso, também na tarde de hoje. A análise da expansão da Saúde da Família no município do Rio, realizada por ela como inspetora de controle externo especializada na fiscalização da área da saúde, foi considerada pelo administrador da reunião técnica virtual como "praticamente uma avaliação de impacto, uma incorporação exitosa da econometria nas análises dos Tribunais de Contas".

"Interessantíssimo, digno de ser replicado em outros Tribunais de Contas", destacou Nelson Granato, analista de controle externo do TCE-PR e assessor da presidência do IRB.

Auditores do TCMRJ participam dos Encontros Técnicos no II CITC