Benefícios gerados pelos TC's ganharão manual para sua medição

ATUALIZADA EM 22/03/2019

Foi apresentado no auditório do TCMRJ, nesta quinta-feira (21 de março), o pontapé inicial para a elaboração de um manual de alcance nacional, que visa à padronização do cálculo dos benefícios gerados pelas cortes de contas do país. A  palestra foi ministrada pelos auditores Fábio Tessinari e Carlos Fernando, com a participação do Secretário Geral de Controle Externo, Fábio Furtado. 

Em um contexto no qual a sociedade brasileira clama por transparência e eficiência, saber onde são aplicados os recursos públicos, como eles estão sendo geridos e, sobretudo, quais resultados estão sendo auferidos, a parametrização dos dados colhidos pela atividade técnica se torna essencial para a avaliação da missão institucional do controle externo.

A minuta do manual elaborada pelo TCMRJ será apresentada até a próxima semana, que passará por uma etapa de enriquecimento de conteúdo até que seja encaminhado para os outros tribunais envolvidos no trabalho, que mandarão suas críticas e ideias. A partir de então, será possível abrir caminhos para que as cortes de contas do país sigam um modelo pré-definido de avaliação de resultados.

A iniciativa é fruto da Portaria da Atricon n.º 05/2019, que nomeou o conselheiro Felipe Galvão Puccioni como coordenador da comissão técnica responsável por criar métodos objetivos para quantificar os benefícios econômicos gerados pelos TC's. Também compõem a comissão os conselheiros Sebastião Carlos Ranna de Macedo (TCE-ES) e o conselheiro-substituto Luiz Henrique Lima (TCE-MT).

Benefícios gerados pelos TC's ganharão manual para sua medição