Boa prática do TCMRJ é apresentada em Mato Grosso

ATUALIZADA EM 18/09/2018

Boa prática do TCMRJ é apresentada em Mato Grosso

Reconhecido como referência em controle na área de Educação, o Programa de Visitas às Escolas do TCMRJ está sendo apresentado hoje (04 de setembro) durante o 1º Laboratório de Boas Práticas de Controle Externo, após criteriosa seleção feita pela Atricon. O evento é realizado em Cuiabá, na sede do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso. O inspetor geral da 3ª IGE, Marcus Vinícius Pinto da Silva, aproveita para anunciar novidades, como o Projeto Aluno-Cidadão, que envolve o incentivo ao controle social entre jovens representantes de escolas da rede municipal de ensino selecionadas.


Detentor da maior rede pública de ensino da América Latina, com um total de 1.537 escolas de ensino fundamental, o Rio de Janeiro tem como aliado o Tribunal de Contas do Município para aplicar o dinheiro público da forma mais eficiente na área da Educação, uma das mais sensíveis para a sociedade. A ferramenta mais útil para isso é o Programa de Visitas às Escolas, que completou 15 anos no dia 22 de janeiro último.


O programa surgiu, em 2003, da necessidade de agir mais diretamente junto às escolas, buscando a proximidade com a população e verificar de perto a real situação das unidades educacionais. O trabalho foca nas escolas do segundo segmento do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano). Elas representam, hoje, 398 unidades. Destas, a cada ano, o TCMRJ visita 195, contemplando todas as 11 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).


Em cada visita, os auditores do tribunal têm contato direto com alunos, diretores, professores, agentes manipuladores de alimentos e outros profissionais da escola. Ainda mantêm contato com os pais através de um questionário que é distribuído aos alunos. As equipes visitam toda a estrutura física da unidade escolar, fotografando os pontos de maior fragilidade para que possam ser levados ao conhecimento da Secretaria Municipal de Educação. Durante a execução do programa, são utilizadas várias técnicas de auditoria operacional e de
auditoria de conformidade. Essas ações promovem soluções mais rápidas para as impropriedades detectadas.

 

 

Boa prática do TCMRJ é apresentada em Mato Grosso